segunda-feira, 25 de julho de 2016

Cardeal Furtado: pobreza e migrações entre os desafios à família


Durante a XVII Assembleia Plenária do SECAM (Simpósio das Conferências Episcopais de África e Madagáscar) que decorre em Luanda, Angola, o Card. Arlindo Gomes Furtado, de Cabo Verde, e em  representação da Conferência regional dos bispos de Cabo Verde, Guiné-Bissau, Mauritânia e Senegal, falou dos principais desafios da família, hoje, em África e com maior realce para a forma como a Igreja em Cabo Verde e na região está a enfrentar tais desafios.
D. Arlindo Furtado, na sua relação, enumerou 24 desafios à família, hone, no Continente, entre os quais a ideologia do género e da regulação sexual, a pobreza e o desemprego que minam a estabilidade da família, o mau governo e a falta de alternância política em muitos países africanos, o fenómeno galopante das famílias monoparentais, a ausência de Deus na vida das pessoas (vive-se como se Deus não existisse …) e a questão da migração, tanto voluntária como forçada.
Em seguida o Cardeal cabo-verdiano apontou igualmente 19 propostas concretas para a evangelização das famílias em África, apostando sobretudo na formação dos agentes da pastoral, sem exclusão dos leigos.
Uma apresentação muito apreciada pelos bispos da Plenária, a acompanhar na entrevista concedida à RV.
Fontehttp://pt.radiovaticana.va/news/2016/07/22/card_furtado_pobreza_e_migra%C3%A7%C3%B5es_entre_desafios_%C3%A0_fam%C3%ADlia/1246011

Nenhum comentário :

Postar um comentário