quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Audiência Geral com o Papa: brasileiros marcam presença


Cidade do Vaticano (RV) - Nesta manhã calorosa de agosto, centenas de brasileiros e portugueses estavam ansiosos para o encontro com o Papa, e nos falaram da importância de Francisco hoje para o mundo.
Para Maria Fernanda de São Paulo, encontrar o Papa é uma grande emoção:
“Estou super emocionada para vê-lo, cheguei na segunda feira e estava contando os dias, tenho certeza que eu vou chorar e vai valer a pena. Para mim, o Papa conseguiu unir os jovens além de resgatá-los e trazê-los para a Igreja. Ele é querido, fofo, simpático, ele é demais, eu sou apaixonada por ele”.
Pedro Milagres é de Lisboa (Portugal), veio com a família e para ele, o Papa Francisco é um visionário:
Simplicidade
“Eu acho que o Papa tem ideias muito definidas, são bem simples e essa simplicidade eu acredito que vai mudar o mundo. Um objetivo da minha vinda é que meus filhos conheçam o Papa Francisco e possam estar na presença luminosa que ele transmite”.
Antônio Lopes de São José dos Campos, interior de São Paulo, participou com a família da Jornada Mundial da Juventude em Cracóvia (Polônia). Para ele, estar nessa audiência é nutrir-se e crescer na fé.
“Fomos a Cracóvia para a Jornada e de lá viemos para Roma para fazer peregrinação e hoje último dia de nossa viagem tínhamos que vir aqui. A fé cristã vive dentro da minha família e quero ouvir uma palavra do Papa, algo para reforçar minha Fé”.
Nossa reportagem também conversou a historiadora Barbara Punti, que trabalha como guia turística em Roma, ela nos conta que o lugar mais procurado pelos turistas é o Vaticano e partilhou a alegria em levar brasileiros para verem o Papa.
Misericórdia
“Para mim, estar aqui é dar força a espiritualidade, falar sobre a pessoa do Papa e principalmente ver o valor da misericórdia”.
Já para o jesuíta de São Paulo–SP, Pe. Anderson Antônio, estar com o Papa é acreditar que o mundo pode ser mais unido e fraterno.
“A expectativa é encontrar Pedro, encontrar o Papa, ouvi-lo, receber a benção e sentir a universalidade da Igreja, sentir que não estamos sozinhos, que o mundo tem esperança, e o Papa é esse sinal de esperança. Eu estou muito feliz, muito agradecido. É uma graça poder estar aqui”.
Fonte:http://br.radiovaticana.va/news/2016/08/10/audi%C3%AAncia_geral_com_papa/1250476

Nenhum comentário :

Postar um comentário