sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Papa: junto da Porta Santa a palavra de Jesus: “Levanta-te”


Quarta-feira, 10 de agosto – numa Sala Paulo VI repleta de fiéis o Papa Francisco tomou como estímulo da sua catequese a leitura do Evangelho de S. Lucas, capítulo 7, versículos 12 a 16 que nos narra a ressurreição do filho da viúva de Naim.
Em particular, o Santo Padre sublinhou a atitude de ternura e compaixão que Jesus demonstra por aquela pobre mulher, que perdera o marido e agora viu o seu filho morrer e está prestes a enterra-lo. Segundo Francisco esta atitude é mais importante que o milagre grandioso que ele realiza.
Neste encontro que tem lugar na porta da cidade de Naim, a viúva que vivia uma situação marcada pela morte, tem a vida transformada por Jesus compassivo, portador de vida. Este episódio pode, assim, servir de inspiração para todos os que atravessam a Porta Santa da Misericórdia durante este Jubileu – afrimou o Papa Francisco:
“Durante este Jubileu, seria uma coisa boa que, no passar a Porta Santa, a Porta da Misericórdia, os peregrinos recordassem este episódio do Evangelho, acontecido sob a porta de Naim. Quando Jesus vê aquela mãe em lágrimas, ela entrou no seu coração! Na Porta Santa cada um chega levando a própria vida, com as suas alegrias e os seus sofrimentos, os projetos e falências, as dúvidas e temores, para apresenta-la à misericórdia do Senhor. Estejamos seguros que, junto à Porta Santa, o Senhor faz-se próximo para encontrar cada um de nós, para trazer e oferecer a sua poderosa palavra consoladora: “Não chores”. “
“Esta é a Porta do encontro entre a dor da humanidade e a compaixão de Deus. Passando-a nós cumprimos a nossa peregrinação na misericórdia de Deus que, como ao rapaz morto, repete a todos: “Levanta-te”. A palavra poderosa de Jesus pode fazer-nos reerguer e operar também em nós a passagem da morte à vida. A sua palavra faz-nos reviver, dá esperança, tranquiliza os corações cansados, abre a uma visão do mundo e da vida que vai para além do sofrimento e da morte.”
No final da sua catequese Francisco salientou que este Jubileu deve ser vivido em todas as Igrejas particulares do mundo e não só em Roma e sublinhou ainda que Jesus é a “verdadeira Porta” que conduz à salvação e a uma vida nova plena de “obras de misericórdia”.
O Santo Padre saudou também os peregrinos de língua portuguesa:
“Dirijo uma saudação cordial aos peregrinos de língua portuguesa, em particular aos fiéis de Portugal e do Brasil. Queridos amigos, a experiência da compaixão misericordiosa de Deus nos deve impelir a levar os outros ao encontro com Jesus que espera a cada homem e mulher nas Portas da Misericórdia espalhadas por todas as Igrejas particulares do mundo. Que Deus vos abençoe!”
O Papa Francisco a todos deu a sua benção!
(RS)
Fonte:http://pt.radiovaticana.va/news/2016/08/10/papa_junto_da_porta_santa_a_palavra_de_jesus_%E2%80%9Clevanta-te%E2%80%9D/1250415

Nenhum comentário :

Postar um comentário